Importância do ultrassom no primeiro trimestre da gravidez.

Importância do ultrassom no primeiro trimestre da gravidez.

Como médico obstetra há quase 30 anos, em todos os dias da minha prática no consultório, atendo pelo menos uma paciente por dia que chega para começar o pré-natal.

Importância do ultrassom no primeiro trimestre da gravidez.
Importância do ultrassom no primeiro trimestre da gravidez.

A principal história é a de atraso menstrual. Muitas destas mulheres já me trazem o exame de sangue, chamado beta hCG, com resultado positivo.

Naturalmente, este é um momento de grande alegria para mim e para a família da futura mamãe.

Mas como sempre aviso: teremos uma longa caminhada até a paciente “ficar com o bebê no colo”.

As primeiras medidas nesta consulta, são ter certeza que a gestante já está fazendo uso de ácido fólico, uma vitamina do complexo B (também conhecida como B9), que previne o que chamamos de “defeitos do tubo neural”.

Se não estiver fazendo uso do suplemento, já prescrevo.

Do mesmo modo, este suplemento precisa ser utilizado até pelo menos 12 semanas de idade gestacional.

Também obtenho informações sobre histórico médico e obstétrico de cada paciente.

São solicitados também exames complementares. Assim, quero me atentar mais no ultrassom.

Não existe exame mais ou menos importante nesta fase. Todos tem seu valor.

Tanto os exames de sangue, quanto urina e/ou ultrassom.

Mas o ultrassom no primeiro trimestre é fundamental. Na minha opinião deve ser realizado entre 6 e 11 semanas de gravidez.

Como costumo informar, ele:

  • traz informações sobre viabilidade do embrião. Só pela consulta, não dá para ter certeza se a gravidez está de fato indo bem ou se o embrião é viável. Como cerca de 25% das gestações podem evoluir para abortamento espontâneo, o ultrassom nos ajuda muito neste diagnóstico diferencial.
  • nos informa sobre o número de embriões. Muitas vezes começo a fazer o exame no consultório e sou surpreendido por gravidez gemelar. Sem falar de pacientes que obtiveram gravidez por reprodução assistida e chegam ao consultório com trigêmeos, por exemplo.
  • confirma a idade gestacional. Muitas mulheres não tem ciclos menstruais regulares ou ainda se perdem em relação à data da última menstruação. O ultrassom precoce é ótimo método para definirmos a idade gestacional correta.

Enfim, deu para perceber então a importância do método, não?
Agende a sua consulta presencial ou online!

 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Você tem dúvidas sobre ginecologia e/ou obstetrícia?

Escreva-nos! Suas informações são sigilosas e protegidas.

Utilize seus dados verdadeiros, para que possamos responder seu contato.

Leia também.

Open chat
1
Olá. Podemos te ajudar?