Parto normal, cesariana ou parto humanizado?

Parto normal, cesariana ou parto humanizado?

Sempre que começo  um pré natal , não importa a idade gestacional em que a gestante se encontra , sempre há a dúvida sobre como será o parto.

Confesso que não tenho preconceitos sobre como será o atendimento.

Algumas mulheres me respondem com muita rapidez que preferem cesariana por conta da praticidade. Definem data, horário, local. E estão muito bem resolvidas com esta questão.

Parto normal, cesariana ou parto humanizado?
Parto normal, cesariana ou parto humanizado?

Não vejo nenhum problema. Na era da informação que vivemos , uma rápida pesquisa na Internet aliada a uma consulta com amigas e parentes já pode ser suficiente para uma tomada de decisão.

E esta decisão, individual ou do casal, precisa ser respeitada.

Mas Confesso que não gosto da expressão “parto humanizado “.

Parece que se coloca acima de “parto normal” ou mesmo cesariana.

Não somos todos humanos? As decisões do casal não são respeitadas?
A experiência da gestante não pode ser boa com cesariana?

Mas enfim o termo “pegou “.  No chamado “parto humanizado” algumas práticas são aplicadas:  não se usa “soro com ocitocina” durante o trabalho de parto, não se faz episiotomia (corte na região perineal durante o nascimento) , utiliza-se pouca anestesia durante o trabalho de parto, por exemplo.

Como sempre informo, não tenho nada contra tais práticas. Desde que este assunto seja conversado com a família durante o pré-natal.

Como diz o ditado: “o combinado não sai caro”.

Parto normal, cesariana ou parto humanizado?

O vínculo de confiança que se estabelece no pré natal permite tais práticas durante o trabalho de parto.

E eventualmente se algo não sair como o esperado, outras condutas podem ser tomadas para garantir a saúde da mãe e do bebê.

Já quando acontece de um médico fazer o pré natal e outro médico, muitas vezes o plantonista de determinada maternidade fazer o parto, seja parto normal, cesariana ou parto humanizado, podem surgir pequenos desajustes.

O nascimento de um filho é um momento especial na vida do casal, sempre rodeado de muitas expectativas e sonhos.
Mas a vida real é um pouco diferente da vida imaginária.

Poder dar ao paciente a melhor experiência possível, com segurança para a mãe e para o bebê , é o objetivo de todo obstetra.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Você tem dúvidas sobre ginecologia e/ou obstetrícia?

Escreva-nos! Suas informações são sigilosas e protegidas.

Utilize seus dados verdadeiros, para que possamos responder seu contato.

Leia também.

Iniciar conversa!
1
Podemos lhe ajudar?
Olá. Podemos te ajudar?