Quero engravidar. O que fazer?

Quero engravidar. O que fazer?

Dúvida muito comum no consultório de ginecologia e obstetrícia.

Quero engravidar. O que fazer?
Quero engravidar. O que fazer?

Há necessidade de alguma conduta especial quando o casal decide engravidar?

A princípio a resposta é: depende !

Antes de mais nada, começo afirmando que o primeiro passo é agendar consulta com seu médico de confiança, que conheça  seu histórico de saúde.

Caso não haja nenhum problema de saúde, se a paciente não tiver nenhuma queixa específica e se os exames de rotina estiverem  em dia, não há necessidade de conduta especial.

De maneira geral, cerca de 80% dos casais conseguem gestação espontânea após 1 ano de tentativas.

E se esperarmos mais 6 meses, 10% restantes também conseguem a tão esperada gravidez.

Normalmente o médico prescreve um suplemento de ácido fólico, que é uma vitamina do complexo B, utilizada para prevenção de um determinado problema chamado defeito do tubo neural e podemos aguardar para ver se a gestação ocorre.

Quero engravidar: Aqui começam as particularidades:

Se a mulher tem menos de 35 anos, podemos aguardar até um ano esperando a gestação espontânea.

Mas se a mulher tem mais de 35 anos, este prazo se encurta: esperamos no máximo 6 meses.

A justificativa para esta mudança é uma só: a partir dos 35 anos muitas mulheres apresentam uma diminuição da chamada “reserva ovariana”.

O tempo já não caminha a nosso favor.

Quando estes períodos são ultrapassados eu normalmente peço para o marido fazer um espermograma, exame que avalia os parâmetros seminais, isto é se o parceiro produz espermatozóides em boa quantidade e em boa qualidade para acontecer a gravidez. E para a mulher peço um exame chamado histerossalpingografia, que é um raio-X com contraste que avalia o interior da cavidade uterina e a permeabilidade tubária.

Claro que existem outros exames específicos mas que devem ser solicitados em função da particularidade de cada casal e não serão aqui abordados.

Gostou do artigo? Ficou com alguma dúvida? Quer saber mais?

Agende sua consulta pelo site!

 

 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Você tem dúvidas sobre ginecologia e/ou obstetrícia?

Escreva-nos! Suas informações são sigilosas e protegidas.

Utilize seus dados verdadeiros, para que possamos responder seu contato.

Leia também.

Iniciar conversa!
1
Podemos lhe ajudar?
Olá. Podemos te ajudar?